Rádio 6970

HF-AUTO RÁDIO LIDER FM

BEM VINDOS AO RODELÃO6970

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

RODELÃO6970 TECNOLOGIA


PLACA DE CIRCUITO DO METRO DE LONDRES É TAMBÉM UMA RÁDIO FUNCIONAL

Designer Yuri Suzuki cria uma rádio trabalhando modelado após metro de Londres Tubo designer de Harry Beck.

O mapa do metrô é reproduzida em camisetas, bolsas, e boxers, mas nunca tem sido o tema de um trocadilho tecnológico tão complexo como esse - Yuri Suzuki, designer em residência no Design Museum de Londres, fez uma parceria com o engenheiro, Masahiko Shindo, para criar Rádio Metro Map , um circuito desmascarado impresso (PCB), que mapeia a tecnologia de um rádio de trabalho.

Seguindo o plano do metrô de Londres, o projeto gira em torno de design de comunicação e responde aos modernos, eletrônica elegantes como o iPod da Apple.
Suzuki foi inspirada por várias fontes de mídia, incluindo "A Vida Secreta das Máquinas", um programa de televisão britânico que descreveu como vários eletrônicos funcionou. Seu uso do metrô é surpreendentemente apropriado: o sistema não é apenas familiar para a maioria, mas ele também cita que seu inventor, Harry Beck, usou sua experiência em engenharia eletrônica para projetar o conceito de transporte com foco em planejamento de rotas fáceis.
Suzuki documenta o processo de criação pictoricamente em seu blogue  - a peça poderá ser vista no Museu do Design de Londres até janeiro de 13.
Clique aqui para ver fotos do processo criativo.


via PSFK: http://www.psfk.com/2012/09/london-tube-circuit-board-radio.html#ixzz27356Hxw4

RODELÃO6970 TECNOLOGIA


A EK130 luxo Eletrônico Keyer.

é um manipulador da classe comercial eletrônico, e este é o manipulador usado em exames japoneses Morse. Todos os controles estão montados no painel frontal, juntamente com um "medidor de velocidade", que mostra a velocidade de funcionamento em palavras por minuto, caracteres por minuto (ambos PARIS e CODEX), e Japanese comerciais de rádio velocidades de ensaio de classe.
Terminais são fornecidos para conectar uma pá e / ou bugs e / ou a chave reta. O manipulador em si vai funcionar em "bug" (semi-automática) no apertar de um botão no painel frontal.


Especificações:
EK130B
Faixa de velocidade: 6-60wp,
circuito de chaveamento: reed relé
Fonte de alimentação: 110-120VAC ou DC9-16V externo
Tamanho / Peso: 185 (W) x 50 (h) x 108 (d) mm / 890g





O transceptor ALL-MODE HF/50MHz firmware TS-590S

foi atualizado a partir da versão 1,06 a versão 1.07 da seguinte forma.




Kenwood oferece o programa de atualização de firmware para os proprietários TS-590S.
Você pode atualizar o firmware TS-590S, ligando o TS-590S ao PC usando um cabo USB ou um cabo RS-232C.
Itens Atualizado: Versão 1.06 (1.07) [14 de setembro de 2012]
Atualiza o seguinte recurso.
1. Permite parar a mensagem de repetir CW / Voz temporária operando batedor de manipulador ou PTT, bem como pressionar [CH1], [CH2], [CH3], [RX / 4] ou [CLR] chave.
Revisa os seguintes sintomas:
1. Só depois de voltar ao modo de recepção em CW semi-break em operação, o nível de medidor de ROE pode tornar-se alta por um momento.
2. Ao alterar a frequência de memória temporária, auto zero-beat (sintonia CW) função pode não funcionar corretamente.






RODELÃO6970 BROADCAST


Há 64 anos, Rádio era feita ‘à mão’

Fundador da Difusora lembra época em que, no lugar de tecnologia, radialismo tinha improviso e muita paixão


Humberto Carvalho, com 86 anos, se emociona ao falar da cobertura do carnaval de rua há 6 décadasFoi com grande emoção que um dos profissionais pioneiros da Rádio Difusora de Alagoas recebeu 
Humberto Carvalho, com 86 anos, se emociona ao falar da cobertura do carnaval de rua há 6 décadas 
reportagem da Tribuna Independente e abriu seu coração ao recordar as ações efetuadas em 1948 com a implantação da primeira rádio em Maceió. Seu Humberto Calheiros Carvalho, de 86 anos, fez parte da direção técnica da Difusora e não conteve o seu entusiasmo ao falar do amor que sentiu e sente até hoje ao lembrar das ações da rádio no Estado.
Ele, que foi sonoplasta e controlista da rádio, inaugurada há 64 anos, no dia 16 de setembro, fez uma viagem no túnel do tempo, ressaltando como era bom transmitir eventos como bailes e festas de carnaval para os alagoanos naquela época. “O carnaval era transmitido com uma verdadeira armação artesanal. Era realizado na Rua do Comércio, de cima de uma marquise, próximo do antigo Cinema São Luiz. A equipe colocava uma escada e subia de poste em poste conectando os fios de telefone. Quando chovia, a gente tirava a camisa e ficava na chuva, mas cobria os aparelhos. Era coisa de pai para filho. Foi assim... Fatos considerados comuns, porém importantes de serem lembrados”, recordou seu Humberto Carvalho.
“Naquela época, as pessoas passavam a noite toda jogando confete, serpentina, lança perfume, era uma grande festa de arte, com belíssimas fantasias. Nas festas de final de ano, nós preparávamos uma programação de músicas especiais para a época. Naquele tempo não existia Réveillon na praia. A virada de ano era comemorada em casa, com a família e amigos e por isso a gente fazia uma programação diferente para agradar os ouvintes”, frisou. “Na Praça do Pirulito, era onde existiam as melhores festas de Maceió. Ali, era Pastoril, Chegança, todo o folclore alagoano se concentrava ali, e tudo era transmitido. Agora, as pessoas têm medo até de sair de casa para brincar o carnaval, pela violência. Voltar àquela época é sempre gratificante e emocionante”, disse emocionado.
O entusiasta da comunicação também relembrou os momentos de trabalho em que produzia as novelas na rádio. Ele conta que fazia novela para o povo sem que ele visse, com efeitos sonoros em que, pela música, o ouvinte sabia se a cena era triste ou não. “Era mais trabalhoso, artesanal, o disco era de cera, com agulha de aço, mas fazia gosto a gente fazer”, acrescentou.
Desabamento
Primeira matéria foi ainda na fase experimental
O sonoplasta Humberto Calheiros Carvalho lembra a primeira reportagem externa da Rádio Difusora, em 1948, quando uma barreira localizada na Rua Barão de Atalaia, no bairro do Centro de Maceió, desabou.
“Como a rádio estava em fase experimental, aproveitamos para colocar a primeira reportagem no ar. A rádio fez a primeira reportagem para avisar a população sobre os riscos, que não saíssem de casa. A reportagem alertava a população sobre o desabamento da barreira, os riscos causados e que ainda poderiam causar”, declarou um dos pioneiros da fundação da rádio.

Seu Humberto lembrou que o transmissor da rádio foi instalado onde hoje é o Tribunal de Contas de Alagoas, no bairro do Farol, e a rádio funcionava na Rua Pedro Paulino, no antigo Jardim Infantil, na Praça dos Palmares, no Centro de Maceió.
Inauguração
No dia 17 de agosto de 1948, a rádio entrou no ar em fase experimental até o dia 16 de setembro, quando foi inaugurada de forma oficial.
Com entusiamo, Carvalho conta que ficava das 21 horas às seis horas da manhã no controle do som, na fase experimental, isto é de teste da emissora. 
Difusora enfrentou crítica e se diferenciou
Em uma matéria escrita pelo jornalista Carvalho Veras (falecido), obtida por meio de seu filho, o historiador Petrúcio Veras, quando a Rádio Difusora fazia 35 anos, o profissional salientou que a passagem de mais um aniversário da Difusora, embora marcada por apatias e críticas de muitos, pois Maceió era a única capital desprovida de uma rádio, não causou desânimo nos agentes que lutaram por ondas sonoras independentes de outras unidades da federação.
Carvalho Veras trouxe à tona na matéria o primeiro diretor-geral da Rádio Difusora de Alagoas, que foi o professor Mário Marroquim, que revestiu a emissora no Estado com características culturais.
No dia da inauguração da Difusora para abrilhantar aquela data ilustre, dois convidados especiais marcaram a celebração, os cantores Cauby Peixoto e Paulo Molin. Jorge Sá foi o locutor que colocou a rádio no ar pela primeira vez, com a chamada “Caçula das Américas”.
De acordo com seu Humberto Carvalho, um dos fundadores da Difusora, o trabalho na rádio era sempre realizado com ansiedade, “já esperando chegar o outro dia”, disse.
Na inauguração, no dia 16 de setembro de 1948, quatro locutores entraram no ar: Odete Pacheco, Jesualdo Ribeiro, Jorge Sá e Aldemar Paiva, “este último é quem pode estar vivo, mas está em Recife”, comenta seu Humberto.
Durante a programação da rádio, eram comuns as apresentações de artistas dentro do estúdio, como a do grupo do cantor e radialista Claudius Jucá, um dos fundadores da Difusora.


quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O Mundo Maravilhoso do Radioamadorismo


EU GOSTO DO RÁDIO E VOCÊ 


Foto: RA3XEY Yana da Rússia # # HAMR hamradio QRZ - Ham Radio































CONHEÇA ESSE MUNDO MARAVILHOSO DO RADIOAMADORISMO



Enquanto o leitor milhões lê este texto de pessoas em todo o planeta utilizam sistemas de telecomunicações com as mais diversas aplicações: industriais, comerciais, pessoais etc. Seja para ligar para os familiares, fazer contatos comerciais, conversar com amigos no Skype ou no Messenger, todos utilizam ondas eletromagnéticas, ainda que às vezes sequer percebamos, caso de aviões que conversam com torres de aeroportos, ou navios se comunicam com autoridades portuárias. Enfim, um mundo de acontecimentos se desenrolam no espaço radioelétrico e/ou por uma intrincada rede de cabos marítimos, subterrâneos, satélites para que a vida aconteça. No entanto existe uma parcela dessa sociedade com interesse não apenas na aplicação e utilização das tecnologias de informação. 

Por simples amor à arte de se comunicar dedicam-se à invenção, aperfeiçoamento e inovação dos meios de telecomunicações, constituindo uma Elite Intelectual de Cidadãos que muito contribuem para o desenvolvimento do País e da harmonia social. São eles os radioamadores da qual eu com muito orgulho fazer parte. Meu prefixo é o ZZ2VZI. Esta atividade encontra membros nas localidades mais remotas e longínquas do planeta. O Radioamadorismo, em muitos lugares não tem nada de amador. Assim afirmamos porque existem localidades onde o único meio de comunicação com o mundo exterior é o radioamador.
Entre as valorosas contribuições dos radioamadores está a pioneira utilização das Ondas Curtas para comunicação a distância, o desenvolvimento do FM, das repetidoras em VHF e UHF, o uso do SSB na aeronáutica, a invenção do Walkie-Talkie, o phone patch em repetidoras (espécie de celular experimental), o surgimento da primeira estação de radiodifusão do mundo, a KDKA em Pittsburg (EUA), resultado direto dos experimentos do radioamador Frank Conrad na década de 20. Ainda hoje, apesar da grande oferta de equipamentos industrializados específicos ao Serviço, 

os radioamadores mantêm um forte vínculo com a experimentação e a livre criação. Como seus precursores, eles constroem transmissores (baixa potência QRP), receptores, conversores, acopladores, amplificadores lineares, antenas dos mais diferentes tipos etc. Com a digitalização, o computador se tornou um grande aliado e uma nova frente de pesquisa foi aberta: a produção aplicada de softwares. Vários programas (a maioria gratuitos) maximizam projetos de antenas, elaboram prognósticos de propagação e controlam digitalmente equipamentos de uma estação. O computador e seus periféricos também facilitaram a codificação e a produção de novos modos digitais de comunicação, como o PSK, AMTOR e o processamento de um sinal recebido em espectrogramas e DSP.
Fonte:AERESP

terça-feira, 18 de setembro de 2012

FALANDO UM POUCO DE  BROADCAST   O RÁDIO AINDA É FORTE.

Rádio e internet são campeões de crescimento no Ibope





O mercado como ele é
Os investimentos publicitários cresceram 10% no primeiro semestre de 2012, em relação ao mesmo período do ano passado, atingindo R$ 43,8 bilhões. Os dados são do Monitor Evolution, serviço que monitora mensalmente os investimentos dos anunciantes, agências e as categorias de produtos veiculados nos principais meios de comunicação. O mercado publicitário continua crescendo, ainda que não no mesmo ritmo do ano anterior.
 
Nos meios de comunicação, a TV lidera, sendo responsável por 55% do total, que corresponde a R$ 24 bilhões – uma variação de 13% em relação ao mesmo período de 2011. O rádio e a internet apresentaram maior crescimento percentual, 25% e 18%, respectivamente. Na análise por praças, a cidade de São Paulo é destaque, com 28% desses investimentos, porém os mercados que mais cresceram percentualmente foram Fortaleza e Manaus (24% e 16%, respectivamente), impulsionados principalmente pelos investimentos do comércio, como concessionárias e lojas de departamento.
 
Anunciantes
 
No ranking de anunciantes, a Casas Bahia e a Unilever continuam nos primeiros lugares, porém agora com uma diferença menor entre as duas. No 1º semestre de 2011, a diferença era de R$ 420 milhões. Com o crescimento de 21% da Unilever, a diferença agora é de R$ 220 milhões.
 
“A última vez em que a Unilever foi primeira no ranking de anunciantes foi em 2002. Desde então, Casas Bahia ocupa a liderança em volume de investimento publicitário e essa foi a menor diferença registrada no período”, comenta Rita Romero, diretora executiva de negócios do Monitor America Latina.
 
A Caixa passou da 7ª para a 3ª posição, com um crescimento de 68% no volume de investimento. A Petrobrás, que não figurava entre os 30 maiores no ano passado, ocupa a 13ª posição e o Banco do Brasil foi da 23ª para a 21ª posição no ranking.
 
Agências
 
Dentre as agências, as três primeiras posições continuam ocupadas pela YR, Almap BBDO e Ogilvy & Mather Brasil. A Wmccann, que ocupava o 6º lugar no ranking no ano anterior, passa para a 4ª posição, após acréscimo de 32% no volume de investimento. A JWT permanece na quinta posição no ranking. As 50 maiores agências do mercado brasileiro movimentam 62% da verba publicitária nacional.
 
Setores e categorias
 
Entre os setores, Comércio e Varejo continua líder em volume, porém Serviços ao Consumidor, que ocupava a 3ª posição no ranking, está agora em 2º lugar, com um crescimento de 16%. O setor de Higiene Pessoal e Beleza, com um crescimento de 13%, passa a ocupar o 3º lugar. Mercado Financeiro e Seguros permanece estável, na 5ª posição. Já entre as categorias, as lojas de departamento estão em primeiro lugar, com R$ 3,1 bilhões, apesar da variação de apenas 4%.

TEMPO