Rádio 6970

HF-AUTO RÁDIO LIDER FM

BEM VINDOS AO RODELÃO6970

terça-feira, 19 de maio de 2015

Visita do rodelão da 6970

VISITA RODELÃO 6970 A ESTAÇÃO DO JATOBÁ PARTE 1

Yaesu FT847-ZL2RU - HQ VIDEO TESTING

Yaesu FT 2000D - HQ VIDEO TESTING

RODELÃO6970 QAP NORDESTINO

Comissão da OAB/SP reúne-se na LABRE/SP para discutir Lei da Antenas
 
Foto da reunião realizada na LABRE/SP
 
A Comissão de Estudos de Comunicação da OAB/SP se reuniu em 29 de abril de 2015, na sede da LABRE/SP para discutir a recente aprovação da chamada Lei das Antenas.
Foi realizado um histórico da tramitação da matéria no Congresso Nacional, a ação da LABRE e dos radioamadores, o contexto da nova legislatura até sua sanção pela Presidente da República.
Também foi discutida a lei em si, seus desdobramentos e possíveis ações em defesa do direito pleno do associado instalar o sistema irradiante de sua respectiva estação.
Por fim o tema será encaminhado aos constitucionalistas de relevo da OAB para expedição de pareceres, antes da deliberação sobre o tema.
A Comissão de Estudos de Comunicações da OAB/SP é formada por juristas, especialistas e radioamadores. Ela foi criada em 2014 e seu objetivo é congregar o protagonismo da LABRE na área técnica de telecomunicações cujos desdobramentos são de interesse público e jurídico, junto com a defesa de direitos e o fortalecimento do Estado Democrático de Direito numa OAB sensível às demandas dos diferentes setores organizados da sociedade.
 
A LABRE/GDE apoia a Comissão de Estudos de Comunicações da OAB/SP. Informações sobre a LABRE/SP em http://www.labre-sp.org.br e sobre a OAB/SP em http://www.oabsp.org.br .
 
LABRE/GDE, com redação LABRE/SP.
07 de maio de 2015
http://www.radioamadores.org

   

RODELÃO6970

LABRE participa do Seminário de Certificação da Anatel
 
Auditório do CPqD lotado para o Seminário de Certificação da Anatel
 
A LABRE participou no dia 05 de maio de 2015 na sede do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento (CPqD) em Campinas/SP, do Seminário de Certificação da Anatel. Estiveram presentes mais de 400 profissionais de empresas fabricantes, laboratórios, operadoras, organismos de certificação designados (OCDs), associações de classe e representantes do governo, como da Gerência de Certificação e Numeração da Anatel e a Diretoria de Avaliação da Conformidade do Inmetro.
O seminário contou com palestras da Anatel, Inmetro, ABRAC, ABTA, Abranet, assim como ampla discussão no plenário sobre processos de certificação dos produtos de telecomunicações.
Os labreanos presentes questionaram sobre a necessidade de certificação dos equipamentos do serviço. A Anatel reiterou sua posição pela certificação dos produtos industrializados e comercializados, assim como considerou fundamental a realização de parceiras com a LABRE.
A Anatel considera a Resolução 242 como uma das mais estáveis da agência, no entanto reconheceu a necessidade da atualização - também demandada pelos presentes - e incorporou em sua agenda a perspectiva de apresentar para o conselho diretor da agência proposta de revisão da resolução até o final de 2015.
A LABRE se colocou à disposição para auxiliar no sentido que as emissões de radioamador possam seguir os preceitos técnicos de compatibilidade eletromagnética, assim como seja preservada a natureza experimental do serviço.
A LABRE também defendeu o retorno do GPRI, Grupo Permanente de Rádio Interferências da Anatel, pois muitos dos casos práticos lá estudados envolviam a sociedade numa rica troca de informações, atualizações e experiências, tratando vários tipos de fontes interferentes. A sugestão foi bem recebida pela agência, que processará internamente o tema.
Seja um associado da LABRE . Participe e colabore com a defesa nacional do radioamadorismo. Maiores informações em http://www.labre.org.br. O grupo de Gestão e Defesa Espectral apoia esta atividade.
 

RODELÃO6970

LABRE defende maior fiscalização do espectro
 
A LABRE, através do seu grupo de Gestão e Defesa Espectral (GDE), participou de reuniões com Gerência de Fiscalização da Anatel em Brasília nos dias 18 de novembro e 12 de dezembro de 2014.
A LABRE expôs os problemas de uso espectral encontrado nas faixas do Serviço de Radioamador e as características dos sinais que provocam interferências prejudiciais. Em alguns casos, os sinais prejudicam o exercício até de outros serviços de radiocomunicações, especialmente operações clandestinas e emissores não intencionais.
Foram discutidas formas de atuação para coibir as infrações, a organização das denúncias, a participação de outros setores da Anatel, a integração com outros organismos federais e a inclusão das faixas de Radioamador em ações sistêmicas dentro dos Planos Anuais de Fiscalização.
Algumas negociações internas já foram encaminhadas e estão em estudo futuras parcerias entre LABRE e Anatel.
A LABRE participa do Sistema de Monitoramento da União Internacional de Radioamadorismo (IARU/MS) e regularmente realiza convocações por logs de radioescuta, cujas informações mais completas são compartilhadas institucionalmente com o setor de fiscalização da Anatel.
Participe você também da defesa do Radioamadorismo brasileiro. Seja um associado da LABRE e apoie o GDE. Maiores informações em: http://www.radioamadores.org

TEMPO